Zere, de uma vez por todas, as expectativas em relação aos seus filhos!

Já se perguntou como transformar o seu filho em um campeão?

Inicio esse artigo indo direto ao ponto: Zerando as expectativas em relação aos seus filhos e transformando você em um campeão.

Pelo amor de Deus, pare de construir sonhos para os seus filhos, os quais são seus e você não conseguiu executar. Por consequência, fica projetando nos coitadinhos.

Preocupe-se em dar amor, carinho, atenção e facilite seus estudos no melhor lugar possível, após solte o destino dos seus filhos.

Você não é responsável pelo que vai acontecer com os seus filhos.

Você é responsável por dar carinho, atenção, amor e limite, o que todo mundo já sabe e não preciso ensinar.

O problema é desejar que os filhos sejam campeões.

 -“Mas isso é errado, Marcel?”

Não uso certo ou errado, mas vejo o que está por debaixo disso que são as expectativas.

Se eles não forem campeões? Qual o problema?

Eu sei que irá me dizer: “nenhum”. Então, deixe-os serem o que quiserem.

Sabe por que é fácil, para mim, falar sobre isso?

Porque eu já tive expectativas em relação aos meus filhos e expectativas básicas como, por exemplo, desejar que eles comessem comida saudável ou praticassem atividade física, isso é básico. Porém, no caminho do autoconhecimento, me dei conta de que não cabia a mim decidir o que eles fariam com as vidas deles.

E sabe o que é lindo? Quando desisti de convencê-los a fazerem atividade física e cuidarem de sua alimentação, os três começaram esses movimentos. Bem como os três são alunos exemplares e os três são pessoas queridas. Já os seus defeitos, não vou contar, pois não tem necessidade.

Perceba que enquanto eu quis falar, educar, doutrinar, dar lição de moral ou fazer discurso, eles resistiam como quem diz: “pai, deixe-me seguir a minha vida”, “pai, deixe-me fazer as minhas escolhas”.

Exploring the nature with dad

Então, seja você campeão e ofereça para as crianças o necessário. Garanto que, se observarmos, você já deu aos seus filhos vinte vezes mais do que recebeu dos seus pais.

Você já deu para os seus filhos em tempo, em carinho, em atenção, em condições de vida, de escola e de casa, como pasta de dente, comida, cama e brinquedo, bem mais do que receberam. Você já deu aos filhos vinte vezes mais.

Então, vá namorar, viajar pelo mundo e mostre-lhes como é ser um campeão. Mostre-lhes como é ser feliz e como é ser um sucesso. Entregue o melhor possível a eles e eles que façam o que puderem com isso.

“Marcel, mas é proibido dar ensinamentos?”

Não, mas menos ensinamentos e mais vida. Brinque com eles, leve-os no parquinho ou na pracinha. Viva a sua vida com eles. E assim, transbordem felicidade sobre eles.

E se eles não tiverem expectativa de serem campeões? Eles que não sejam.

Seja lá o que for ser campeão, porque o que é campeão não importa. O que importa é que tem uma expectativa sua nisso.

Vocês, os pais, têm que transbordarem! Vocês têm que se curtirem! Vocês têm que viverem! Vocês têm que realizarem e entregarem para as crianças as condições necessárias.

Estou dando o meu testemunho, estou sendo genuíno, verdadeiro e íntegro. Falo empolgado assim porque precisei passar por muita dor, a qual vocês podem se pouparem. Os filhos de vocês têm 6 e 9 anos, os meus, consegui soltar quando entraram na adolescência.

Agora, a minha filha mais nova tem 19 anos e como eu disse, todos cuidam da alimentação, todos fazem atividade física, todos são excelentes alunos e todos são excelentes profissionais, mas não foi pelas minhas palavras. Porque toda vez que eu tentei, como diz meu pai, “emprenhá-los pelos ouvidos”, eles resistiram.

É claro que isso não significa que eles não precisam de afeto, carinho e limites, mas de expectativas, não.

Deem o melhor de vocês, vivam uma vida feliz, realizem muito, se amem muito e brinquem muito com eles. Vivam! Apenas vivam tudo e soltem o destino deles.

Conheço pais que fizeram tudo certo para os filhos serem campeões e eles não foram, bem como conheço pais que fizeram tudo errado para os filhos serem campeões e os filhos foram, ou seja, nós temos muito pouco controle sobre a vida dos nossos filhos, mas nós temos muito controle sobre a nossa vida.

Temos que cuidar da nossa vida e transbordar vida para as crianças.

Reflita comigo: Quem é a prioridade na casa de vocês? 

Certamente, digo, querido, são as crianças.

Enquanto a prioridade da casa deve ser o casamento de vocês, porque do contrário, estarão criando pequenos reizinhos que depois vão ser reizinhos na escola e depois vão ser reizinhos nas empresas e nenhuma empresa aceita um reizinho porque lá tem hierarquia. E a hierarquia é simples: quem chega primeiro tem preferência.

Vocês como casal, chegaram em primeiro no casamento, as crianças vieram depois.

Vocês são as raízes e a árvore dessas crianças. Eles são os frutos. Ora, se eu começar a dar alimento só para os frutos e não para as raízes, o que vai acontecer com a árvore? E quando a árvore se fragilizar ou fraquejar, o que será feito dos frutos?

Reflita!

Está tudo invertido.

Como eu sabia disso? Estudo há 30 anos e faço esse trabalho há 24 anos. Sou e estou casado há 25 anos com a mesma mulher sem um dia de separação e estudei com os melhores professores do mundo. Eu não sabia o que acontecia na vida desse casal, até porque eu não sou vidente, mas percebi isso, pois buscaram ajuda olhando e preocupando-se com os seus filhos.

 Sendo que não precisamos nos preocupar com os nossos filhos, mas sim, nos ocupar com eles, bem como devemos nos ocupar com o nosso casamento. Dessa forma, se esse casamento estiver uno e inteiro, transbordará amor sobre quem? Sim, sobre os filhos.

 O casamento de vocês deve ser prioridade em relação às crianças. Atenção! Prioridade. Não é abandonar as crianças. Porque muitas vezes as pessoas não ouvem o que eu digo.

E quem não é casado e tem filhos deve ser a prioridade. Agora, como exemplo, se a mãe não é casada e tem filhos, a mãe é prioridade.

O que ofereço para você não é conhecimento, é autoconhecimento. Perceba, pois eu vou falando e você vai se enxergando, é algo profundo. Logo, não estou dando uma aulinha. Não é ensinar certo ou errado, dar uma receitinha de bolo, faça isso ou faça aquilo. Estou oferecendo autoconhecimento.

Lembrando que a verdadeira fortuna é o autoconhecimento.

Leia também o artigo: APRENDA A LIDAR COM PAIS APÁTICOS

Ajudei você?


Forte e carinhoso abraço!

Sobre o autor:

Marcel Scalcko ajuda as pessoas a viverem mais leve e realizar muito. É mentor há 24 anos. Já treinou mais de 110.000 pessoas. Descreveu as 9 Leis da Vida. Há mais de 30 anos estuda com os melhores mentores e treinadores do Brasil, Alemanha e Estados Unidos.

  1. Walquiria Pereira dos Santos disse:

    Boa Noite Marcel
    Excelente texto sobre Filhos
    Li com muita dedicação e aprendi muito
    Obrigada
    Farei o possível para por em prática o que aprendi.
    Só que agora é com meu único neto de oito anos
    Pq os Filho já são adultos 🙏

  2. Bruna Almeida. disse:

    Olá, boa noite!
    Ual….eu e .eu esposo nos dedicamos a investir nos estudos deles. Pra que eles corram atrás de seus objetivos e sonhos. Mas meu esposo não consegui fazer nada comigo se nossos filhos estiverem. Eles tem 17 e 10 anos. Me ajude! Eu preciso fazer algo pra mim. Mas estou sem direção. Pois cuido deles integralmente, sou dona de casa.

    1. Equipe Grupo Scalco disse:

      Oi querida! Tem um conteúdo muito rico pra você na Escola do Eu. Conhece? É uma plataforma com minicursos 100% gratuitos. Entre os minicursos, indico para você o: Pais fortes, filhos prósperos. Para entrar na Escola do Eu, clique aqui: https://escoladoeu.gruposcalco.com.br/login/cadastro Forte e carinhoso abraço!

  3. Claudia de Souza Martins Andrade disse:

    Bom dia!Meu filho tem 19 e está estudando nós EUA sofro com sua ausência,um vazio absurdo,passei a ter crises de ansiedade por isso.Faço meditação,terapia,rezo e leio bastante,vc me ajuda muito, mas está difícil.Minha filha de 23 também pretende morar fora.Meu Deus!

    1. Equipe Grupo Scalco disse:

      Querida, é natural que os nosso filhos sigam a vida. Por isso, cuide de si e venha acompanhar o Marcel Scalcko nas redes sociais também: https://www.instagram.com/marcelscalcko/ e na Escola do Eu: https://escoladoeu.gruposcalco.com.br/login Tem muito conteúdo rico para ajudá-la!

  4. Tricia disse:

    Excelente. Sempre aprendo muito com suas publicações, sou viúva e tenho um filho de 17 anos, ele fala que não quer seguir o padrão, ser certinho , isso me assusta, pq não entendo o que ele quer dizer com isso, pois ele ainda não sabe que profissão seguir. Obrigada

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

: