O hábito comum de quem não flui

Nas mentorias que faço a principal regra é que o mentorado tenha em mente objetivos claros e assim decida o que deseja olhar em sua vida no momento atual, só desta forma poderei oferecer minha ajuda. O conduzo respeitosamente através da seguinte frase: “Me ajuda a te ajudar. O que você precisa agora?

Em uma de minhas mentorias uma jovem mulher começou compartilhando, inicialmente, que não estava trabalhando a um bom tempo, porém, logo falou que estava feliz e iniciando a trabalhar com marketing digital. E após complementou dizendo que sua dor, naquele momento, era sentir falta de trabalhar e de ter liberdade financeira, juntamente com muitas outras informações. Com isso pode-se observar o emaranhamento da mente.

Existe em nós algo chamado mente, a qual podemos perceber que está no domínio de nossas ações e de nosso viver.

A vida é muito simples, mas a mente a deixa complicada e assim quando percebemos estamos usando uma linguagem bonita, sem saber o que significa e mais, sem saber o que queremos de verdade. Fala-se muito, mas sem objetividade e muitas vezes sem olhar verdadeiramente nossos sentimentos. Então a primeira Lei da Vida que compartilho é vida é verdade e neste caso a verdade é que neste momento esta mulher está muito triste, muito decepcionada, se sentindo sem força e sem valor, bem diferente da história contada, na qual dizia estar muito feliz e com novos projetos no marketing digital.

Logo, enquanto ela contar para si mesma a história de que é muito feliz estando vivendo um momento de muita tristeza, desempregada e morando de favor na casa da sua mãe, estará descumprindo a lei: Vida é Verdade (LV3) e assim sua vida não fluirá.

Sim! Quando não estamos alinhados a esta Lei, a vida deixa de fluir como desejamos.

 É muito digno sentir a dor, sentir que as escolhas feitas ao longo da vida foram equivocadas a ponto de levarem você de volta para a casa da sua mãe. Isso não é vexatório, pelo contrário, feliz aquele que tem a humildade de se colocar no papel de pequeno e voltar para a casa de seus pais e assim se permitir pedir ajuda e ser ajudado. Dói, ainda mais tendo idade e querendo ter a sua própria casa, mas é um início.

Dizem por aí que a gente tem que levantar a cabeça, sacudir a poeira e dar a volta por cima, o que é verdade, dizem que a gente tem que agradecer simplesmente o fato de estar vivo, o que é verdade, dizem que temos que estar feliz porque nossa mãe nos recebeu em sua casa, isto é verdade, mas também é verdade que vivendo uma situação assim, você estará sem rumo, sem saber o que fazer e por onde começar, estará triste, sentindo-se fracassada e frustrada.

E tudo isso é verdade, porém se conta apenas a história bonita, “estou no marketing digital”, sendo que, a verdade é que se está desempregada, com duas crianças para dar o que comer e um homem para segurar na mão. Vida é Verdade (LV3), temos que manter os pés no chão.

De tal modo, a frase que deveria ser dita é: “Marcel estou desempregada, triste e o que quero agora é uma fonte de renda”. Isso e acabou! Essa é a verdade, mas não foi dita e assim é na vida de muitas pessoas ficam contando para si mesmas histórias fantasiosas e fugindo da sua verdade. A vida é mais simples, muito mais simples, só que muito mais dolorosa.

Pare e olhe para sua vida. Qual a verdade que você não quer olhar? Quais as “historinhas” que a sua mente tem contado? E assim, de forma simples e amorosa diga para si mesmo. Diga! Experimente agora. Fale pra si a sua verdade. Neste caso, na vida desta mulher, a verdade é: “Estou desempregada e quero uma fonte de renda.”

E atenção, cuidado com os mecanismos da sua mente. Você está olhando para suas dores e medos, isso deve ser sentido, sem sorrisos pois não é um momento alegre, mas sim reflexivo e doloroso. Estes mecanismos nos trazem até aqui, eu sei bem, eu era assim, estava sempre fazendo gracejos, de bom humor, era bonzinho, mas tem hora para tudo e agora é a hora de sentir a dor que está vivendo. E neste momento, por possuir estes mecanismos, a sua mente pode estar dizendo que isto acontece pois você está cansado de chorar e eu entendo, mas saiba que este choro tem acontecido apenas em um nível emocional, pois a verdade é que você ainda não sentiu a dor profunda do que tem vivido.

E você que questiona e diz: “Eu senti Marcel”. Será? Quer ver uma coisa, observando o exemplo da moça que fez a mentoria. Será que ela estava mandando currículos para as empresas? Quantos currículos e quantas tentativas de conseguir um emprego havia realizado no dia de hoje? E fazendo estas observações percebemos que ainda, neste caso, ela não sentiu a dor suficiente. E sabe por que não sentiu? Porque suas crianças tinham um teto, a casa da vó, pois se sua mãe não a tivesse acolhido, estaria de porta em porta pedindo para lavar louça ou para varrer uma casa e faria de tudo para dar um teto para seus filhos.

 Depois de estar na verdade o próximo passo é o movimento, Vida é Movimento (LV1), deve-se observar o que se faz bem e desta forma começar a fazer dinheiro. E mesmo que seja aquém das suas possibilidades, como por exemplo passar roupas, não é feio, mas sim é uma forma de resgatar a dignidade que sua mente acha que você perdeu e ao mesmo tempo resgatar sua autoestima.

O que quero dizer é que quando descumprimos outra Lei da Vida, chamada Vida é Movimento (LV1) e ficamos só sonhando com coisas grandiosas, como ser empreendedor ou entrar no marketing digital, ficamos paralisados e nada acontece. Reflita, o que realmente importa para você agora? Ganhar dinheiro? Ou você tem condições, não só econômicos, mas circunstanciais e emocionais para esperar por anos para viver seu sonho grandioso?

“Marcel, mas assim você está desbotando os sonhos das pessoas.”

Não, estou apenas mostrando a verdade e o como seguir, para que assim durante este processo, possa semear, sem idealização e melhor, fazendo dinheiro para continuar cuidando deste sonho que tocou seu coração, porém, criando estratégias concretas para realizá-lo. Comece agora, hoje, observe suas habilidades e faça dinheiro e com essa renda invista, no melhor investimento do mundo, em você.  

Mas não esqueça, faça tudo isso na verdade, e neste caso, assumindo sua verdadeira profissão a de desempregado profissional. E atenção para essa dica que já dei para dezenas de pessoas, as quais mudaram suas vidas. Saiba que um desempregado profissional acorda às 7 da manhã, mais tardar, medita, faz uma atividade física de 10 minutos e a partir daí liga empresa por empresa ou manda currículos e junto a isso faz uma ligação para saber se receberam, ou quem sabe, dependendo da ocasião, podendo ele coloca uma máscara e vai de porta em porta.

Um desempregado profissional escolhe as empresas que deseja trabalhar e bate em suas portas todas as semanas, ou seja, faz de tudo para resgatar a sua dignidade. As cinco empresas escolhidas são empresas que ele admira, que tem identidade de valor, que o empolga, que o motiva, lugares em que confia e que seria um prazer fazer parte. Seu desejo é apenas ter uma oportunidade de ser conhecido, de mostrar suas habilidades e de demonstrar seu desejo de servir neste lugar, pois ele já escolheu está empresa. E desta forma será difícil você não ganhar a oportunidade e conseguir um bom emprego.

O segredo está em você, você é o responsável por sua vida, basta descer da ilha da fantasia, colocar os pés no chão e assumir que precisa recuperar sua dignidade, a qual não perdeu, mas sua mente que mente diz que sim. Comece agora, decida o que fazer, movimente-se e faça dinheiro, seja conseguindo um emprego na empresa dos teus sonhos, seja passando roupa e organizando closets, ou quem sabe fazendo bolos em casa.

Vida é Movimento (LV1). Faz dinheiro e depois de fazer dinheiro vai realizar os seus sonhos.

“Temos que parar de fantasiar, idealizar, de sonhar de maneira superficial, temos que fazer e sonhar, pois apenas sonhar não nos tira das caixas.”

Forte e carinhoso abraço!

Leia também: A RELAÇÃO ENTRE VIDA PESADA E ANALFABETISMO EMOCIONAL

Sobre o autor:

Marcel Scalcko ajuda as pessoas a viverem mais leve e realizar muito. É mentor há 24 anos. Já treinou mais de 110.000 pessoas. Descreveu as 9 Leis da Vida. Há mais de 30 anos estuda com os melhores mentores e treinadores do Brasil, Alemanha e Estados Unidos.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é telegram_horizontal-2.png
  1. Alexandra disse:

    Sempre conteúdo muito edificante. Gratidão 🙏

  2. Andressa Mattozo disse:

    Muito bom, obrigada 🙏

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

: