DESISTA DE SER UM BOM LÍDER!

O quanto você tem se esforçado para ser um bom líder? Para gerar melhores resultados de sua equipe? O quanto você tem estudado sobre feedback? E o quanto tem estudado sobre FeedForward?

Por esses assuntos serem determinantes para os resultados que você busca atingir, vou falar brevemente sobre eles, mas a mensagem principal desse texto é… Não!! Não vou dizer agora, vamos contextualizar um pouco melhor antes.

O quanto é difícil para você dar um feedback negativo (construtivo)? Em alguns clientes nós criamos uma tarefa semanal para dar esse feedback aos piores desempenhos da semana, enquanto criamos uma tarefa semelhante para dar os feedbacks positivos, esses que todo líder gosta, é fácil, é fluido e eu não magoou meus liderados.

Biofeedback Training. Biofeedback Practitioner and Patient in Consultation

Imagine que um de seus colaboradores diariamente faça um atendimento “meia boca” na sua empresa e como ninguém fala nada para ele, o que ele faz? Sim, continua fazendo atendimentos “meia boca”, pensando que é o melhor muitas vezes.

É papel do líder desconfortá-lo, orientá-lo, dizer onde está errando e ressaltar todo seu potencial em simultâneo. Isso é feedback, ou seja, em sua tradução: “Olhar para trás”.

Agora, imagine que essa conversa teve algum impacto, mas não o esperado e ele continuar fazendo um pouquinho melhor, mas não o que empresa espera em padrão de atendimento. É hora, sim, de chamá-lo novamente e dar um feedback (mostrar o que ele está fazendo e ressaltar todo seu potencial). E, mais do que isso, você agora aplica o chamado feedForward, ou seja, em sua tradução: “Olhar para frente”.

O feedForward é ainda mais que dizer o que fazer, como fazer porque fazer, mostrar a importância de alinhar o propósito dos colaborados com os da empresa e, particularmente, acho incrível isso. Se ficou curioso, pesquise mais sobre o assunto.

Para finalizar, não só é importante aplicar um “bom ou mau” feedback quanto também um feedForward.

Quando digo: desista de ser um bom líder é porque, afinal, quem define se você é ou não um bom líder?

Sim, quem define são seus liderados, assim como se você é pai, quem define é seu filho.

Team leader organizing work in an office

E, não importa os esforços que você faça para agradá-los, não estou dizendo que não são importantes, mas sim que ser “amiguinho” deles não é o caminho, seu papel como líder é colocar ordem na casa, definir papeis, o que está bom, o que não está e definir planos de ações para melhorar. Mas se continuar tentando ser amigo de seus liderados, provavelmente não terá sucesso como líder.

Um bom líder faz o que precisa ser feito, não importa se irá agradar ou não seus liderados.

Lembre-se: feedbacks são sempre sobre comportamentos, nunca sobre a pessoa, ninguém é incompetente só ainda não foi orientado da forma certa de como fazer, ou seja, como se comportar.

Diz aí, se esse texto o ajudou a ter novas percepções sobre sua caminhada como líder?

Um grande abraço!

Leia também o artigo da consultora Lisandra Moreira: A IMPORTÂNCIA DA EDUCAÇÃO CONTINUADA DO CONSULTOR

Vinícius Nunes.

Consultor Associado do Grupo Scalco.
Consultor Empresarial e Mentor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

: