Descubra como reencontrar o seu eixo emocional

Toda vez que algo ao seu entorno o tira do seu eixo emocional, a culpa não está nesse “algo”, pois o que ocorre é que estas emoções já estavam em seu interior, porém, não estavam equacionadas e equilibradas.

Estas emoções já habitavam seu ser e tiraram você do eixo, pois você não soube lidar com elas.

Você é analfabeto emocional, ou seja, não sabe sentir verdadeiramente seus sentimentos.

E assim, acontecem muitas coisas em sua vida como: uma morte ou uma empresa que fecha.

Sendo assim, qual é a solução para voltar ao seu eixo?

Educar-se emocionalmente.

Você precisa aprender a lidar com o medo, a tristeza e a raiva. Para que quando, por exemplo, sentir o medo, primeiro verifique se o que está sentindo é medo, logo que muitos não conseguem diferenciar seus sentimentos. Logo, você pode finalmente usá-lo ao seu favor. E da mesma forma com a raiva e com a tristeza.

Contudo, cuidado com a mente que mente, pois tenho observado muitas pessoas afirmando estarem estressadas, quando na verdade estão mergulhadas em raiva e muitas pessoas afirmando estarem cansadas enquanto estão fugindo da tristeza.

E assim, com esse conhecimento, poderemos perceber a raiva, a tristeza e o medo que habitam nosso ser e olhar para tudo isso com amor.

Desta forma, as pessoas que estão fora do seu eixo voltarão, na verdade, nem saem, pois só sai do seu eixo um analfabeto emocional.

E compartilho que também julgo-me um analfabeto emocional e estou em alfabetização, sendo que é um processo lento e continuo, que tem início, meio e não tem fim.

 Lembrando que a verdadeira fortuna é o autoconhecimento. Logo, me alfabetismo emocionalmente quando pratico como valor, como princípio, como necessidade de vida o autoconhecimento.

Existe em nós um universo a ser desvendado e quando mergulhamos em nós, em nosso interior, pela prática contumaz, constante e inegociável do autoconhecimento, mergulhamos para dentro das nossas emoções, do nosso inconsciente, do nosso eu e assim vamos amadurecendo e então aprendendo a lidar com nossos sentimentos.

E como praticar autoconhecimento? Existem muitas formas, mas aquelas que para mim fazem mais sentido são: terapia, meditação, recomendo o ZAZEN, mentoria e imersões de autoconhecimento.

Terapia é algo que você deve colocar em seu horizonte.

Meditação, recomendo o método de meditação japonesa chamado zazen.

Mentoria, possui vários tipos, a minha mentoria é baseada em tudo que estudei, ou seja, nas leis da vida, constelações, patchwork segundo Eva Pierrakos, abordagens de renascimento e hipnose Ericksoniana. Mentoria, simplificadamente é um aconselhamento.

E as imersões de autoconhecimento que são metodologias impactantes que geram mudanças comportamentais mais rápidas.

Compartilho que a maioria dos nossos clientes praticam estas 4 ferramentas.

Você deve estar pensando: “Haja dinheiro!”, enquanto o segredo está em pensar “haja autocuidado para gerar dinheiro”.

Não é ter dinheiro para praticar autoconhecimento é praticar autoconhecimento para ter mais dinheiro, para ter condições, evoluir e amadurecer para crescer na vida pessoal e assim prosperar.

Ajudei você? Comente aqui.

Forte e carinhoso abraço!

Leia também o artigo: SOMOS MEDO E AMOR

Sobre o autor:

Marcel Scalcko ajuda as pessoas a viverem mais leve e realizar muito. É mentor há 24 anos. Já treinou mais de 110.000 pessoas. Descreveu as 9 Leis da Vida. Há mais de 30 anos estuda com os melhores mentores e treinadores do Brasil, Alemanha e Estados Unidos.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é telegram_horizontal-2.png

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

: