Dando Feedback para os seus colaboradores

Muito se fala sobre o feedback, sobre o processo, sobre a necessidade de usar esta ferramenta dentro do processo de Gestão de Pessoas, mas poucas pessoas sabem sua utilidade.

Em minha experiência profissional em algumas organizações, acompanhei muitos processos de feedbacks que foram, de certa forma, desastrosos, a ponto de alguns colaboradores pedirem demissão e outros passarem a ter baixo rendimento.

E isso acontece por falta de conhecimento e até mesmo falta de preparo do líder, que realiza o processo.

Então o que realmente é feedback?

Ele é uma informação dada a alguém sobre o seu desempenho e sobre como este impacta no resultado de um trabalho ou organização.

Normalmente é um processo que ocorre entre liderança e liderados.

Para auxiliá-los em como realizar um feedback, vou oferecer algumas dicas simples que são baseadas em diversos estudos.

Lembrando que o feedback pode ser de uma atitude negativa e também positiva.

Seja claro e direto: Não fique inventando histórias e fazendo “rodeios” para iniciar a conversa, vá direto ao ponto, fale diretamente sobre o que deseja falar;

Fale sobre a atitude do colaborador: Seja específico e preciso. Exemplo: “ Sr. José, notei que no dia de ontem e hoje o sr. chegou 40 minutos atrasado;

Fale sobre as consequências desta atitude, o impacto que esta atitude pode causar para o colaborador, cliente e empresa;

É importante dizer, enquanto líder ou gestor, como está se sentindo diante da situação. Diga que está incomodado, que está desconfortável ou que está orgulhoso e feliz se o seu liberado teve uma boa atitude;

E por último e não menos importante, utilize o reforço positivo: você pode fazer isto dizendo que acredita no seu colaborador, que sabe o quanto ele é capaz, que ele consegue. Isso eleva a autoestima do seu colaborador e aumenta seu nível de comprometimento.

Estas são dicas que vão lhe auxiliar o dia-a-dia e dicas que são rápidas de realizar.

Um bom processo de feedback não precisa levar horas dentro de uma sala, ele apenas precisa ser simples e eficaz.

Restou dúvidas?

Deixe sua opinião abaixo.

Leia também o artigo do Consultor Vinícius Nunes: CONTRATANDO: UMA VISÃO SOBRE GESTOR POR COMPETÊNCIA

Érika Benites.
Consultora Associada do Grupo Scalco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *