Como Garimpar e Reter Talentos?

Acredito que todos nós concordamos que são as pessoas que fazem a diferença dentro de uma organização, afinal, são essas pessoas que atendem os seus clientes, produzem seus produtos e, de certa forma, representam sua empresa.

Então hoje vou falar sobre um assunto extremamente importante dentro da Gestão de Pessoas.

Vou falar sobre como garimpar e reter talentos. Como ter os melhores colaboradores dentro da sua organização e como conseguir retê-los.

Atualmente temos milhões de desempregados no Brasil e mesmo assim não é fácil encontrar um talento, é necessário garimpar muito, procurar, dedicar tempo para isso.

Pensando nisso, te pergunto: como sua empresa tem atuado neste sentido?

Tem dedicado tempo? Tem realizado um processo de recrutamento e seleção estruturado?

Digo o seguinte: as empresas devem estar recrutando constantemente, não cabe apenas começar o recrutamento quando surge uma vaga.

Se agir dessa forma, estará refém do primeiro candidato que aparecer.

Os melhores candidatos buscam as melhores empresas para trabalhar e se a sua empresa não tiver o mínimo de organização, será muito difícil conseguir um talento.

A ação de contratar um candidato, sem um processo estruturado, não passará confiança para as pessoas.

Então comece com um processo de garimpar constantemente.

No entanto, isso apenas não basta, é necessário que as empresas criem ou tenham várias formas que contribuam para que este talento queira e fique em sua empresa a longo prazo.

Contratar tem custos. É preciso treinar e desenvolver. Assim como demitir.

Então a retenção do talento é tão importante quanto a contratação.

É necessário desenvolver boas práticas, investir em treinamentos técnicos e comportamentais, ajudar seu colaborador a se desenvolver, criar programas de incentivo, onde seus colaboradores possam participar com ideias e opiniões, desenvolver também um plano de remuneração e premiações, são infinitas as possibilidades.

Crie possibilidades que despertem o desejo desse talento, dessa “joia rara”, para que essas pessoas possam querer estar e permanecer em sua empresa.

Gostou das dicas?

Deixe seu cometário aqui abaixo.

Leia também o artigo do Consultor Alex Klein: POR QUE AVALIAR O COLABORADOR?

Érika Benites.

Consultora Associada do Grupo Scalco.

  1. Rhem disse:

    Artigo muito útil e informativo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *