Como fazer o gerente se tornar um Gestor de Alta Performance?

Confira algumas dicas que separamos para você

Todo o empreendedor é uma pessoa criativa, com visão de futuro, destemida, conectada com a inovação e que sonha em criar soluções, entre outras características, por isso, para alcançar seus objetivos e testemunhar o sucesso de seus projetos, precisa se cercar de pessoas que o ajudem a consolidar a operação de seus negócios com qualidade na execução dos processos.

Do contrário, frequentemente, precisa se envolver em assuntos operacionais e acaba negligenciando a visão sistêmica de mercado, público-alvo, tendências do setor, inovações, etc., bem como, as iniciativas estratégicas com objetivos e metas bem definidas, ocupando-se de apagar incêndios que deveriam ser resolvidos pelos níveis táticos e operacionais da empresa.

Se você é um empreendedor que sonha em ver o seu negócio crescer cada vez mais, que acredita que a sua empresa tem potencial ilimitado, mas percebe que está sem tempo para estudar mais sobre o seu mercado, criar novos produtos e/ou serviços, pensar novas estratégias para captação de clientes ou melhorar o posicionamento dos seus produtos porque está sempre envolvido com a rotina do dia a dia da operação, experimente implementar algumas de nossas dicas, que vêm funcionando com resultados extremamente satisfatórios com nossos clientes da Consultoria de Gestão para Alta Performance do Grupo Scalco:

1ª) Pare de terceirizar a culpa pelos resultados insatisfatórios que você vem obtendo. Assuma a parte que lhe cabe nestes resultados. Mesmo que não seja você a pessoa à frente de uma de suas filiais, o fato de alguma delas não estar gerando os resultados esperados, em alguma medida, isso acontece porque você fez ou deixou de fazer algo.

2ª) Estabeleça um plano de ação claro e preciso. Pergunte-se: “O que eu posso fazer AGORA, neste momento? O que está ao meu alcance para mudar a situação e/ou para garantir que algo ruim não se repita?”. 

3ª) Liste todas as atividades que os seus gerentes precisam realizar durante o mês com o respectivo Procedimento Operacional PadrãoPOP de cada uma das tarefas.

4ª) Classifique, por ordem de importância, a execução que cada tarefa tem na contribuição para o alcance dos objetivos estratégicos da empresa. Utilize um Gráfico de Pareto que vai ajudá-lo a identificar os 20% de atividades que contribuem para 80% dos seus resultados desejados.

5ª) Comunique, divulgue, treine, capacite, desenvolva seus gerentes para a correta execução de suas atividades. As pessoas não se comprometem com aquilo que não entendem.

6ª) Defina mecanismos de Desconforto para os gerentes que NÃO executam os 20% das atividades com a qualidade requerida no Procedimento Operacional Padrão determinado pela empresa. Sempre que não há consequências para o que deixamos de fazer, fica muito mais fácil não fazer. Nos movemos muito mais pela dor, do que pelo prazer.

7ª) Defina mecanismos de Reconhecimento para os gerentes e funcionários que executam a maioria de suas atividades funcionais com a qualidade requerida pela empresa. O ser humano necessita de reconhecimento, de aplauso, todos queremos que o bom trabalho que realizamos seja reconhecido por nossos superiores e por nossos pares.

8ª) Estabeleça mecanismos de medição e monitoramento da qualidade da execução das atividades de forma que seus gerentes possam receber feedbacks   sempre que a execução estiver em desacordo com o POP, permitindo que na próxima execução ele faça de forma correta.

Curta se você gostou destas dicas.

Comente se quiser mais informações.

Compartilhe com seus amigos se achar que este artigo poderá ajudá-los.

Forte abraço e até a próxima!

Silvanna Araujo. 
Gerente de Gente e Tecnologia do Grupo Scalco.

  1. Muito bom! Importante primeiramente não terceirizar a culpa em maus resultados. Se perguntar: o que EU ainda não aprendi que permitiu que esse erro acontecesse? O que EU posso fazer agora?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *