Como encontrar e manter os melhores profissionais

Hoje vivemos uma pandemia que não sabemos se está no seu início, no meio ou a caminho do fim.

Mas sabemos que um dos efeitos gerados pelos novos comportamentos de consumo foi a elevação das taxas de desemprego em muitos países do mundo.

Analisando o Brasil, isto é um fato.

Mas não podemos nos esquecer que há algo escondido atrás da taxa de desemprego no país, sejam quais forem as circunstâncias que vivemos, a falta de qualificação dos candidatos às vagas.

É comum, vez por outra, assistirmos a reportagens que mostram que as empresas estão oferecendo vagas e cujos candidatos não se adequam aos perfis.

Estariam as empresas muito exigentes?

Não! Os consumidores é que são exigentes.

E não há nada de errado nisso.

Então, como as empresas encontram os melhores profissionais? E como os mantém?

Creio que o primeiro passo é a empresa deixar de ser refém da falta de processos.

Já não cabe mais nas organizações as empresas buscarem o preenchimento de vagas somente depois que alguma surge.

É preciso ter um processo permanente de recrutamento e seleção, para não se ter o tempo como inimigo e contratar o menos pior, como vemos em muitos casos.

Isto por si só aumenta a oferta de profissionais que preencham os requisitos das vagas, ao mesmo tempo que mostra aos profissionais candidatos que trata-se de uma empresa que pensa à frente e conta com os profissionais mais qualificados.

Mas só isto não basta, é preciso que as empresas tenham vários fatores que contribuam para que os profissionais queiram no médio e longo prazos seguirem interessados em permanecer na empresa.

Fatores que vão da remuneração às oportunidades de crescimento passando pelo ambiente organizacional.

Somente quando as empresas “virarem a chave” e reverterem o ciclo vicioso que a maioria se encontra, é que poderão não apenas contratarem os melhores talentos para si, mas talvez o que seja mais desafiador e importante: mantê-los dentro de casa e fazer com que estas pessoas atinjam os resultados que a empresa objetiva.

Leia mais no artigo da consultora Lisandra Moreira: TÉCNICAS PARA UMA ENTREVISTA EFICAZ

Alexandre Klein.

Consultor Associado do Grupo Scalco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *