[CASE] A importância da monitoria para impulsionar os gerentes

Por: Silvana Battanoli Araujo – Consultora Associada

Antes de você continuar lendo, gostaria de trazer uma reflexão: Quanto você imagina que é a % de execução dos teus gerentes de loja? 70%, 80%? Tenha em mente, essa análise pois ela fará você refletir melhor o que precisa ser feito na rotina gerencial da sua empresa.

Marcação Cerrada – Monitorar para executar, medir para corrigir. Este é o princípio do GAP – Gestão de equipes para Alta Performance, que acaba se tornado mais tangível no decorrer da implementação do método em nossos clientes, vou compartilhar aqui alguns poucos exemplos do que temos vivenciado com alguns clientes da consultoria.

Veja também: Sorria, você está sendo filmado: A monitoria que gera resultados

Em uma rede de 30 lojas, que atua apenas na região sul do país, que já possui processos bem definidos e procedimentos minuciosamente descritos, um dos seus objetivos estratégicos é ampliar seu mercado de atuação para outras regiões, entretanto, perceberam que para crescer de forma sustentável, precisavam refinar o processo de acompanhamento da execução dos gestores de cada loja.

A pergunta era:

Como vamos acompanhar de perto se os gerentes estão fazendo o que precisa ser feito?

Iniciamos um piloto com as unidades do grupo com dois objetivos:

  1. Verificar o nível de execução atual dos gerentes;
  2. Provar para o cliente, como o método do Grupo Scalco para monitorar a execução, medir os resultados e corrigir processos e procedimentos podem, de fato, contribuir para o crescimento sustentado da organização.

Nos primeiros dias do projeto, já foi possível identificar que nenhum gerente estava executando suas responsabilidades conforme os procedimentos determinados pela empresa.

No final do mês os diretores se deparam com o assustador número de 33,65% na média de execução das atividades da rotina operacional nas lojas que estão sob a responsabilidade dos gerentes.

Obviamente, isso não significa que 66,35% das atividades não foram realizadas, mas significa que suas execuções não foram comprovadas, ou seja, não há como saber se a execução foi efetiva e com a qualidade requerida pela empresa.

Veja também: Os princípios da alta performance e como cada um impacta em uma gestão empresarial de sucesso.

Apoiados no princípio da liderança responsável, com esta constatação, a alta direção da empresa teve de tomar decisões importantes com relação ao posicionamento frente aos seus objetivos futuros e a relação direta disso com os gestores das lojas, tais como:

  • Comunicar de forma clara e precisa a postura que a empresa espera de um gerente;
  • Revisar normas e procedimentos;
  • Estabelecer novas regras de execução mais eficazes.

Após três meses de implementação do método, verifica-se que há muito para a ser melhorado e desenvolvido, mas foi possível constatar que o nível de execução dos gerentes de loja passou de 33,65% para 48,92%.

Demonstrando um crescimento de quase 50% na comprovação da execução bem feita das tarefas sob sua responsabilidade.

Este número, ainda está bem distante da expectativa de percentual de execução de um gerente ideal para a empresa, contudo, a direção considera um belo avanço e consegue vislumbrar a possibilidade real de alcançar seus objetivos estratégicos com êxito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

: