Aqui está a solução para você evitar discussões no casamento

Eu aposto que você não sabe expressar o seu desconforto, dificuldade, descontentamento de um modo que o outro ouça sem se sentir atacado, não é? 

Mas hoje eu ajudarei você a mudar isso, tudo em apenas 3 PASSOS. 

Vamos lá?

PASSO 1: Não fale de modo que a pessoa pense que está sendo julgada. 

Para conseguir isso, você precisa falar do comportamento da pessoa e não da pessoa. 

Quando você fala da PESSOA:

“Meu marido, você corre de carro que nem um louco, não tem responsabilidade, é um inconsequente, não se importa com a própria vida e nem com a minha. Está se lixando até para os nossos filhos!”

Quando você fala do COMPORTAMENTO da pessoa:

“Amor, você está a 150 km/h

Acabou! É o suficiente! Aqui não tem margem para discussão. 

Veja bem, quando você fala do comportamento, sem atacar o outro, ele vai entender o recado.

A pessoa sabe o que isso significa, sabe que o excesso de velocidade põe a família em risco.

PASSO 2: Fale de você diante do fato, mostre como está se sentindo.

Ao invés de dizer:

“Minha esposa, você corre de carro que nem uma louca, não tem responsabilidade, é uma inconsequente, não se importa com a própria vida e nem com a minha. Está se lixando até para os nossos filhos!”

Pessoa que viaja na estrada

Diga: “Minha esposa, você está a 150 km/h. Eu tenho muito medo de andar nessa velocidade, fico muito inseguro do que pode acontecer com a nossa vida”. 

É isso! Basta! Acabou! Isso já causará um peso na consciência da pessoa. 

E você estará falando de si e não da pessoa.

Isso não abrirá espaço para discussões.

O foco será em você e nos seus sentimentos.

Em nenhum momento você atacou o outro.

Além disso, o outro não poderá dizer que isso é errado, pois o sentimento é seu, como ele vai dizer que o seu sentimento é errado?  Entende?

PASSO 3: cuide dos seus conteúdos internos com autoconhecimento. 

Sim! Pois nada nem ninguém desperta o que já não esteja em você. 

Se você não tem pólvora dentro de si, não explode perto das pessoas que você ama e convive. 

Quem cuida dos seus conteúdos internos, aprende a expressar o que pensa e o que sente de maneira centrada, ponderada, levando em consideração os seus interesses e os interesses das outras pessoas.

Recapitulando:


Passo 1: Não fale de modo que a pessoa pense que está sendo julgada.

Passo 2: Fale de você, mostre como está se sentindo.

Passo 3: cuide dos seus conteúdos internos 

Onde há gente, há possibilidade de conflito, pois as pessoas pensam diferente, nem sempre concordam com tudo.

Então, se você não quiser que a relação acabe ou esfrie, treine para pôr em prática as dicas que eu dei aqui.

E se quer melhorar ainda mais a sua relação com as pessoas ao seu redor, clique na imagem abaixo e venha saber mais sobre a minha próxima imersão que vai ajudá-lo com isso:

Sobre o autor:

Marcel Scalcko ajuda as pessoas a viverem mais leve e realizar muito. É mentor há 24 anos. Já treinou mais de 110.000 pessoas. Descreveu as 9 Leis da Vida. Há mais de 30 anos estuda com os melhores mentores e treinadores do Brasil, Alemanha e Estados Unidos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

:
× Tenho dúvida