A Importância de Celebrar

Fazendo uma reflexão sobre a importância de celebrar me remeto a um dos princípios do método GAP (Gestão para Alta Performance), princípio 4 que diz Somos Naturalmente Competitivos (O Lúdico, a vitória e sua celebração despertam o máximo potencial nas pessoal).

Como seres humanos, somos seres naturalmente competitivos, desde nossos primórdios aprendemos que é necessário competir e trazemos isso no nosso DNA. Se não bastasse, estamos imersos em uma sociedade extremamente competitiva. Aprendemos desde muito cedo que quem chora mais alto ganha colo dos pais, quem agita mais na sala de aula ganha atenção da professora, quem se destaca no grupo de adolescentes passa a ser referência aos demais.

 No mundo corporativo é preciso fazer muito e fazer mais para receber o reconhecimento e promoção. Desse modo é necessário estar competindo consigo mesmo e com os outros o tempo todo. Então nos colocamos a fazer, fazer, fazer e fazer mais e competir por quem faz mais e melhor.

Acontece que isso acaba virando uma rotina em nossas vidas e imersos no desejo de ser o primeiro vamos acumulando vitórias e esquecemos de celebrar as conquistas alcançadas.

Competimos o tempo todo: por um cargo melhor no trabalho, um salário mais alto, destaque entre os colegas, uma casa com cada vez mais conforto, carros de luxo, posições socias de destaque e por estar motivado a ser mais e ter mais.

À medida que os resultados acontecem e são positivos, fazemos ainda mais despertando o nosso máximo potencial. O que acontece é que, com a ânsia do mais, acabamos não dando devido tempo para celebrar as vitórias e ser gratos. Em muitos casos, esse é o motivador de muitos sintomas de vazio, ansiedade e depressão, relatado pelos nossos clientes.

Meeting of project management team

Conquistar e não celebrar e não se sentir grato.

Conquistamos muito, mas esse muito sempre vai parecer nada enquanto não conseguirmos celebrar a cada conquista alcançada. É preciso celebrar as vitórias, sentir- se grato por ter conseguido, olhar para seu EU e se sentir merecedor, validar o esforço feito, celebrar e reconhecer quem você é, porque o que você pensa de si faz o seu destino.

Não basta viver, não basta ganhar, não basta desfrutar é preciso parar para celebrar cada conquista alcançada só assim seguir faz sentido.

Leia também o artigo da consultora Érika Benites: MANTENDO SEU NEGÓCIO EM TEMPOS DE PANDEMIA

                                                                                                          Lisandra Lago Moreira.

                                 Psicóloga(CRP 10823) Clínica e Organizacional e  Consultora do GAP do Grupo Scalco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *